A Cidade

O Município de Lajeado tem origem em algumas controvérsias. Antes mesmo da invasão dos bandeirantes no norte goiano em busca de jazidas de minérios e da captura de índios para escravização, esta região foi habitada por povos nômades a milhares de anos como mostram as pinturas rupestres encontradas no sítio Arqueológico do Canuto e no Poço da Onça neste município. Os índios Xerentes também habitaram essa região por muito tempo. Entretanto, com a chegada do “homem branco” foram se afastando para o norte, se fixaram na área do Funil onde vivem hoje, município de Tocantínia.

Os primeiros moradores se estabeleceram às margens do Rio Tocantins nas proximidades da famosa Cachoeira de Lajeado, assim chamada por suas lajes e ser a mais temida enfrentada por navegadores durante o percurso para Belém do Pará.

O município de Lajeado foi emancipado em fevereiro de 1991, quando foi desmembrado do município de Tocantínia. Lajeado tem se transformado aos poucos num polo de desenvolvimento sustentável com condições de receber bem quem escolhe o lugar para morar. Sendo apenas um distrito ou povoado, como era conhecido antes de ser emancipado, Lajeado recebeu seus primeiros habitantes por volta do século XVIII através da navegação. As primeiras famílias a chegarem na região foram imigrantes nordestinos, vindos do Piauí, Bahia e Maranhão. A navegação, que era feita por botes e batelões a remo (canoa), era o meio de transporte mais viável para a comercialização de mercadorias trazidas das regiões norte e nordeste.

O comércio funcionava à base de troca destas mercadorias por ouro explorado da serra do Lajeado. A descoberta desse minério, na década de 20, contribuiu muito com o povoamento do local que abrigou os garimpeiros de várias regiões.

O rio Tocantins era o principal acesso às cidades mais desenvolvidas, como Tocantínia e Porto Nacional, percurso que era feito em vários dias. Com o passar do tempo, Lajeado foi tomando forma de cidade e muitos escolheram o lugar para fixar moradia.

O lugarejo, que teve como seus primeiros moradores o desbravador Sérgio Monteiro e sua esposa Dona Maria Monteiro, se consolidou como povoado, depois que um dos filhos do casal, Justiniano Sales Monteiro, um visionário futurista, efetivou o comércio fluvial na região, feito pelo rio Tocantins. Foi ele também o responsável pelas primeiras construções públicas na região como a construção da primeira capela de Lajeado - a Igreja de Nossa Senhora da Divina Providência e a histórica Usina Hidrelétrica do Lajeado, inaugurada em 1971. Justiniano Monteiro é considerado, pelos lajeadenses, o fundador da cidade.

Elevado à categoria de município e distrito com a denominação de Lajeado, pela Lei Estadual nº 251, de 20-02-1991, alterado em seus limites pela lei estadual nº 498, de 21-12-1992, desmembrado do município de Tocantínia, foi  instalado em 01-01-1993.

A divisão territorial é datada de 1995 e assim permanecendo sendo alterada com divisão territorial datada de 2007. (fonte www.cnm.br).  Com os rumores de que haveria muito ouro e diamantes nos pedregais desse rio e sendo a cachoeira de Lajeado um obstáculo à rota dos navegantes, o Brigadeiro Lysias Rodrigues também resolveu parar nesse local em uma de suas expedições e explorar os arredores. Não entendendo nada de garimpagem seguiu sua viagem registrando em seu livro sua experiência e de seus companheiros acerca desse ambiente. Assim, a localidade foi recebendo pessoas de vários lugares do país, se emancipou e continua crescendo gradativamente.

Localizado próximo a capital do Estado, Lajeado não é um município rico. No último censo realizado em 2010 pelo IBGE, apresentou um crescimento de 30,9% no Produto Interno Bruto - PIB de 2010 em relação a 2009, subindo nove posições na classificação estadual, ultrapassando a posição de 114° ocupada em 2009 para a posição 105º em 2010.  O valor adicionado em 2010 estava distribuído setorialmente da seguinte forma: 61,27% correspondem a participação do setor serviços, 32,06% indústria e 6,67% agropecuária.

O grande destaque no setor de serviço é a Atividade de Administração pública com representatividade de 71,5% deste setor. No setor industrial, a atividade com maior participação neste ano foi a Construção Civil com representatividade de 75,4% deste setor. De acordo com o volume produzido os principais Produtos agrícolas são: mandioca, milho e arroz. Já para o efetivo de rebanho, os maiores são os de bovinos, aves e suínos. Há também uma discreta atividade comercial e de turismo.

Quem Somos

Palavra de boas vindas do prefeito com no máximo 400 caracteres

Confira

Fale Conosco

(63) 3519-1235

(63) 9.9999-9999

gabpref.lajeado.to@gmail.com

Formulário

© Prefeitura Municipal de Lajeado - AV Justiniano Monteiro, 2076. CEP: 77.645-000 - Centro - Lajeado/TO

Telefone: (63) 3519-1235 - Fax: (63) 3519-1232

Desenvolvido por mundoweb - Inteligência Digital