lajeadoO lugarejo teve como seus primeiros moradores o senhor Sérgio Monteiro e sua esposa Dona Maria Monteiro, e somente se consolidou como povoado, quando um dos filhos do casal, Justiniano Sales Monteiro, efetivou o comércio fluvial da região, feito no rio Tocantins. Justiniano também é considerado pela população local, como o fundador da cidade, sendo responsável pelas primeiras construções públicas na região, como a Capela de Lajeado, a Igreja de Nossa Senhora da Divina Providência e a histórica Usina Hidrelétrica do Lajeado, inaugurada em 1971”. (Extraído dos anais IBGE/ SEplan.TO)
Desbravador da região, morador no Lajeadinho, por volta de 1870:
Sérgio Rodrigues Nogueira era casado com Ana Aires Nogueira, são avós do Justiniano Salles Monteiro;
Primeiro morador de Barra do Lajeado, ainda desabitado:
José Ricardo Salles Monteiro era casado com Maria Rodrigues Nogueira, pais do Justiniano Salles Monteiro; José Ricardo Salles Monteiro, faleceu em 1911.
Fundador do núcleo populacional do povoado de Lajeado (1920 - 1971)
Justiniano Salles Monteiro nasceu no dia 21/10/1887, faleceu 09/03/1971, em Lajeado. Era filho de José Ricardo Salles Monteiro (1911) e Maria Rodrigues Monteiro (1868:1923); Casou-se em 1909, com Brígida Nunes Carvalho (08/10/1885:07/12/1965); Nascimento dos filhos: Libânia Salles Monteiro (Nenzinha), (30/01/1910:25/11/1996); Sebastião Salles Monteiro (Batu) (01/08/1911: 28/08/1985).