Card image cap

Escolas de Lajeado iniciaram as entregas de alimentos adquiridos pelo Programa de Aquisição de Alimentos nesta sexta-feira, 26

26/03/2021 | Noticias


A doação está sendo feita nas unidades escolares do município.

 

Em Lajeado, o Governo do Tocantins, por meio da parceria entre Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins) e da Secretaria Municipal de Educação, deu início nesta sexta-feira, 26/03, à segunda etapa de entrega de kits alimentares para famílias que estão em situação de vulnerabilidade social. Os alimentos doados foram adquiridos pelo Programa de Aquisição de Alimentos (PAA).

 

Com o avanço da covid-19, pequenos produtores têm apresentado problemas na comercialização de seus produtos. O PAA tem como objetivo a compra dos alimentos cultivados, através da aquisição diretamente dos produtores cadastrados pelo Ruraltins. Além disso, o programa destina os kits de alimentos para pessoas que necessitam de complementação alimentar e nutricional.

 

Para a moradora do município, Kretxu Pereira de Moura Guarani, a doação dos kits alimentares é muito bem-vinda. “Bom demais receber esses alimentos, estou precisando e já de grande ajuda. Recebi os alimentos na primeira etapa e nesta segunda etapa, assim que fui informada, vim logo garantir o meu kit. Estamos recebendo desta vez iogurte, salsinha, cheiro verde, leite e feijão”, disse.

 

Segundo a diretora da Escola Sebastião de Sales Monteiro, Doris Pinho, 255 kits já foram doados e a entrega dos alimentos têm feito a diferença na vida dos beneficiados. “Tenho observado que as pessoas que realmente precisam dos kits ficam satisfeitas. Apesar de não ser uma cesta completa, a gente percebe que as famílias ficam contentes em receber os alimentos”, relatou.

 

PAA

O PAA é um programa de compras do governo federal executado pelo Governo do Tocantins, por meio do Ruraltins. A ação promove a organização produtiva e econômica no meio rural, o combate à pobreza extrema, o desenvolvimento local e a segurança alimentar e nutricional. O programa adquire dos agricultores alimentos como hortaliças, frutas e verduras, além de produtos processados com certificação sanitária dos órgãos competentes.

Requisitos

Podem participar do programa agricultores familiares tradicionais, assentados da reforma agrária, extrativistas, piscicultores, pescadores artesanais, indígenas, integrantes de comunidades remanescentes de quilombos rurais, demais povos e comunidades tradicionais.

Como funciona

Os agricultores familiares vendem seus produtos para o Governo. Os produtos adquiridos são destinados a escolas ou doados para entidades da rede socioassistencial, como creches, abrigos de idosos, hospitais, Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apaes), dentre outros públicos. 

 

Texto por: Amanda Mitaly