Card image cap

Mais de 200 cães são atendidos em ação do UniCatólica e da Prefeitura de Lajeado

22 de Outubro de 2021 | Noticias
Compartilhe:

Cerca de 30 acadêmicos do curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário Católica do Tocantins (UniCatólica), acompanhados pela docente doutora Simone Vieira Castro, participaram de uma ação de coleta de amostras de sangue em cães nas residências de Lajeado nesta quinta-feira, 21, para a realização de testes rápidos e diagnóstico da Leishmaniose. A iniciativa é resultado de uma parceria firmada entre a Prefeitura do município e a Instituição e contou também com a colaboração dos agentes de saúde locais e do médico veterinário da região.

 

Ao todo, 220 animais foram atendidos e todo o material coletado foi encaminhado a um laboratório criado no Centro de Artesanato Poeta José Gomes Sobrinho que está passando por análise e diagnóstico.

 

A estudante do 5º período de Medicina Veterinária, Caroline Camargo Rodrigues, enalteceu a aula prática oportunizada pelo UniCatólica. “Foi um momento de muito aprendizado, deu para absorver muita coisa! Essa prática, onde tinha muitos animais e uma equipe envolvida, permitiu que a gente aprendesse muito além daquilo que é visto na sala de aula, então foi realmente bastante enriquecedor. A área da saúde pública é muito bacana de se acompanhar porque vai além do cuidado animal, isso quebra um pouco da ideia de que o Veterinário cuida apenas de animais, por isso acompanhá-la de perto, como fizemos em Lajeado, nos mostra o outro lado da Veterinária que temos pouco acesso”, destacou a acadêmica.

 

Para a moradora de Lajeado, Marlene Pereira da Silva e que é dona de cinco cães, a ação chegou na hora certa, devido a necessidade da cidade. “É muito importante para a região do Lajeado, pois aqui tem muitos cachorros e eles transmitem o Calazar para o ser humano e a nossa vida deve vir em primeiro lugar. Gostei demais da vinda desses profissionais para cá”, disse.

 

Próximas coletas

 

A estimativa de coleta no município é em torno de 320 amostras, os animais restantes devem ser atendidos no próximo mês e os acadêmicos do curso de Medicina Veterinária seguem participando da ação, como explica o médico veterinário de Lajedo, Severino Paulo Neto. “Foi uma ação muito tranquila e como os alunos gostaram muito dessa experiência, pretendemos organizar um segundo dia de coleta ainda no mês de novembro” afirma o médico veterinário.

Clique na imagem para expandir