Card image cap

SENAR capacita produtores e trabalhadores rurais em Lajeado

03/12/2020 | Noticias


Na última quarta-feira, 02, o SENAR, em parceria com a Secretaria de Assistência Social, realizou o curso Negócio Certo Rural para produtores e pescadores do Parque Aquícola Miracema-Lajeado, localizado no Lago da Usina Hidrelétrica Luiz Eduardo Magalhães. O encontro aconteceu no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), em Lajeado, e teve como finalidade apresentar conceitos de empreendedorismo, planejamento e a construção de Plano de Negócio.

“Os produtores estão recebendo assistência técnica pelo SENAR, então surgiu essa demanda de trazer esse curso. Eles já sabem produzir o peixe, mas o que falta neles é a questão do empreendedorismo. O SENAR ofertou esse curso Negócio Certo Rural, que é um curso voltado para empreendedorismo e gestão financeira. Além desse, iremos trazer outros cursos de capacitação para eles”, disse Jesiane Batista, instrutora do SENAR.

Lucivânia Pereira, trabalhadora do Parque Aquícola Miracema-Lajeado, ressalta sobre a importância de ter acesso aos cursos de capacitação.” Nós estamos vendo como um empreendimento muito bom para nós, que vai valorizar muito o nosso trabalho”, pontuou.

De acordo com a equipe do SENAR, os cursos estavam suspensos desde o inicio da pandemia e estão sendo retomados com todas as recomendações de segurança e saúde. A quantidade de participantes é reduzida, os locais estão preparados com a higienização adequada e o uso de máscaras é obrigatório.

Segundo o prefeito Júnior Bandeira, Lajeado tem grande potencial para a piscicultura. “A prefeitura estará à disposição para apoiar todos os produtores e a associação, inclusive aqueles que querem trabalhar na área de piscicultura. Lajeado tem grande potencial de crescimento neste setor, só nos falta mais capacitação e empreendedorismo. Sei que com o apoio do SENAR, estaremos em boas mãos”, reforça.

Parque Aquícola

O Parque Aquícola é um Programa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, antigo Ministério da Pesca. No caso dos produtores de peixe inseridos no projeto Parque Aquícola Miracema-Lajeado, eles desenvolvem o projeto de comercialização no período de oito meses a um ano, dependendo da espécie e do desenvolvimento.



Por Amanda Mitaly