Card image cap

Higor Batista

V Conferência de Saúde de Lajeado reúne participantes de todos os segmentos para discutir políticas públicas

18 de Novembro de 2022 | Noticias
Compartilhe:

A última quinta-feira, 17/11, foi dedicada à formalização de melhorias para os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) de Lajeado, na V Conferência Municipal de Saúde. Dividida em quatro eixos, a conferência contou com a participação de pessoas da comunidade, secretários, servidores públicos e vereadores, que discutiram ações e propostas públicas para a área da saúde.

 

“Com a realização da quinta Conferência, apesar de todo o trabalho árduo, nossa equipe de saúde conseguiu desempenhar um ótimo trabalho. Também contamos com o apoio da Secretaria de Educação e da Secretaria de Assistência Social. O evento superou nossas expectativas, o público compareceu e participou. Além disso, a Conferência contou com a participação da representante do Conselho Estadual de Saúde, Sara Jane, e com a presença do nosso querido palestrante, Silvado Santos”, disse o secretário de Saúde, Ronisvaldo Pinho.

 

O prefeito de Lajeado, Júnior Bandeira, ressalta a importância do encontro. “Vários segmentos da sociedade participaram da Conferência. É muito relevante estar presente para contribuir com o Plano Municipal de Saúde do município, porque é um documento que guia e que constrói as ações do poder executivo. Então, ter a comunidade apontando os problemas, as causas e possíveis soluções é mais que válido para a construção de políticas públicas que mantém a nossa democracia”, afirma.

 

Propostas: EIXO 01

 

Com a temática  “O Brasil que temos'. O Brasil que queremos”, o eixo 01 teve aprovação de três propostas, que são: a melhoria do apoio ao profissional voltada para a saúde do trabalhador do SUS, como, por exemplo, a oferta de um programa de atendimento psicológico para cada  equipe; a desburocratização para a aquisição e acesso aos medicamentos da farmácia básica, média e alta complexidade respeitando as legislações vigentes.

 

A última proposta aprovada nesse eixo é o fortalecimento de ações do Programa Saúde na Escola (PSE) e da Estratégia Saúde da Família (ESF), com o desenvolvimento de projetos de educação permanentes  para os trabalhadores da saúde, controle social e representantes da população, a fim de conter a desinformação que ocasiona resistência à vacinação.

 

Propostas: EIXO 02

Com o tema “O papel do controle social e dos movimentos sociais para salvar vidas”, o eixo 02 também teve aprovação de três propostas: implementação e garantia de  política de educação permanente em saúde atendendo às redes para os trabalhadores da saúde e segmentos sociais; fortalecimento do controle social, através de eleição de representantes setoriais\municipais, garantindo capacitações e financiamento para os conselhos de saúde; e a  Implementação de uma ouvidoria do SUS com financiamento tripartite.

Propostas: EIXO 03

 

A pauta deste eixo foi “Garantir direitos e defender o SUS, a vida e a democracia” e contou com a aprovação de cinco propostas. Entre elas estão: revisões de valores da tabela SUS (consultas e exames); intensificação das ações de promoção da saúde (HAS, DIABETES), devido ao crescimento de pacientes com hipertensão e diabetes e atender os indicadores do Previne Brasil.

 

Apesar de já ter sido aprovada dentro do eixo 01, o fortalecimento das ações do Programa Saúde na Escola (PSE) também foi aprovado neste grupo; a garantia da renovação das frotas de veículos como ambulância e caminhonete traçadas para zona rural foi a penúltima proposta aceita. Para finalizar, a mudança nos critérios do pregão eletrônico para desburocratização e garantia da participação de empresas da região para fornecimento de medicamentos da atenção básica e média complexidade também foi aprovada.

 

Propostas: EIXO 04

 

Finalizando as propostas, o eixo 04 obteve cinco aprovações de melhorias:    garantia de atendimentos voltados para atenção especializada em saúde nas unidades básicas e na Atenção Primária (saúde mental, programa saúde bucal, rede de atenção materna e infantil (RAMI); implementar e garantir ações para os pacientes da linha de cuidado de oncologia (cuidado paliativos).

 

A garantia do financiamento tripartite de média e alta complexidade para a rede de urgências e emergências para implantação de sala de estabilização para atendimento 24 horas na unidade básica de saúde, a garantia do atendimento com equipes multiprofissionais composto por médicos psiquiatra, clínico geral e psicólogo para pacientes que necessitam de tratamento do SUS devido o abuso de álcool e outras drogas e por fim, o aumentar das cotas de consultas e exames especializados nas redes de atenção à saúde, atendidos pela PPI\SISREG foram as últimas ações aprovadas neste eixo.

 

Durante o encontro, os participantes puderam fazer questionamentos, sugestões e tirar dúvidas a respeito das propostas, melhorias e ações que deverão ser efetivas nos próximos meses. Realizadas em serviço da população, as conferências municipais de saúde representam a prática do exercício da democracia, mesmo com os desafios de conciliar as propostas  com os recursos disponíveis no município. 

 

No fim do evento, foram eleitos representantes para participarem da Conferência Estadual de Saúde. Veja como ficou a relação:

 

Representantes Governamentais:

Titular: Ronisvaldo da Silva Pinho

Suplente: Rosiane Gonçalves dos Reis Ferreira

 

Representantes dos prestadores de serviço:

Titular: Michele Almeida Barros

Suplente: Bruna Tatiane de Jesus Menezes

 

Representantes dos servidores públicos:

Titular: Isabela dos Santos Noleto

Suplente: Liliane Alves de Brito Costa

 

Representantes da associação dos pescadores de Lajeado:

Titular: Valdines Ferreira de Araújo

Suplente: Gonçalves Soares da Costa

Clique na imagem para expandir