Animais podem se tornar transmissores indiretos do Coronavírus   

Animais podem se tornar transmissores indiretos do Coronavírus  

Notícias Acessos: 933

 Animais não podem contrair o covid-19, mas se tornam superfícies contaminadas.

Com o surgimento do novo coronavírus (Covid-19), também surgiu informações falsas que assustam a comunidade. Em razão disso, é importante esclarecer que animais domésticos não são transmissores diretos do vírus para as pessoas, ou seja, animais apenas podem virar superfícies contaminadas, assim como maçanetas e outros objetos, se tornando um transmissor indireto.

O veterinário Severino Neto explica sobre a relação do covid-19 com os animais. “Os animais podem sim ser transmissores indiretos. Esse animal ao sair para passear com o seu tutor caso entre em contato com ambientes contaminados, ele pode adquirir partículas virais do vírus e levar para dentro de casa. Esse já é um risco de transmissão”, disse.

Severino ainda reforça sobre as fake News de contaminação direta pelos animais. “Já a transmissão direta para as pessoas não tem como, os animais têm sim os tipos de coronavírus e temos até vacinas desenvolvidas, que por sinal, não são aplicáveis em seres humanos. Portanto, os animais desenvolvem a doença totalmente diferente do novo vírus, o covid-19”, destaca.

Portanto, é importante que as recomendações do Ministério da Saúde sejam cumpridas. Deve-se evitar sair com os animas em locais movimentados, pois os bichinhos podem se tornam objetos de transmissão indireta.

 

Créditos da imagem: Freepik

Imprimir