Confira as mudanças que comércios adotaram em Lajeado por combate ao coronavírus

Confira as mudanças que comércios adotaram em Lajeado por combate ao coronavírus

O decreto completo pode ser conferido no Diário Oficial.

Após confirmações de casos de coronavírus no Tocantins, a Prefeitura de Lajeado decretou situação de emergência na saúde pública e novas medidas restritivas no município. Entre as mudanças ficou determinado aos estabelecimentos comerciais e industriais, o oferecimento de material para cuidados pessoais, sobretudo da lavagem das mãos, e também a utilização de produtos assépticos durante o trabalho.

As medidas são para evitar aglomeração de pessoas e impedir a contaminação do Covid-19. Conforme o Decreto Nº º 040/2020, também ficou decidido que o estabelecimento defina limites quantitativos para a aquisição de bens essenciais à saúde, à higiene e à alimentação, sempre que necessário, para evitar o esvaziamento do estoque de tais produtos.

Estudos e dados apontam que casos mais graves de infecção por coronavírus têm sido registrados em pessoas acima de 60 anos, grupo que corresponde a 20,8 milhões de pessoas no Brasil. Em virtude disso, os estabelecimentos comerciais devem ter setores ou horários exclusivos para atender aos clientes com idade igual ou superior a 60 anos e àqueles que integrem grupos de risco.

Com o intuito de atender e reforçar a prevenção do covid-19, o comercial Brito instalou uma pia na entrada do supermercado e está evitando a aglomeração de pessoas. Outros supermercados também estão tomando as providências conforme o decreto estabeleceu: disponibilizar álcool em gel e adotar sistemas de escala.

 

Atividades em estabelecimentos

  • Distância mínima dos trabalhadores e clientes deve ser de 2 metros
  • Organização de escala de revezamento para evitar aglomeração
  • Não levar crianças e nem idosos às compras
  • Adotar um setor ou horário especifico para atender grupos de riscos

Imprimir