Secretaria de Saúde anuncia 1º caso confirmado do coronavírus em Lajeado

Secretaria de Saúde anuncia 1º caso confirmado do coronavírus em Lajeado

Pessoas que tiveram contato direto com a paciente estão sendo monitoradas.

 

A Secretaria de Saúde divulgou na última quarta-feira (20) um novo boletim com atualizações a respeito do novo coronavírus e confirmou o primeiro caso de infecção pela covid-19 em Lajeado. O caso confirmado é do sexo feminino, 38 anos, é técnica de enfermagem e presta serviços no Posto de Saúde de Lajeado e na UPA em Palmas.

A paciente Daniela Rempel apresentou sintomas leves da doença no dia (13) e a partir dai ficou em isolamento domiciliar. No dia (18) procurou o Laboratório Central de Saúde Pública do Tocantins (Lacen/TO), onde teve a confirmação do contágio. O caso ainda não aparece na lista de casos confirmados pelo Ministério da Saúde.

É importante saber que esse caso foi contabilizado pelo Governo do Tocantins no Boletim Epidemiológico do dia (20) como sendo de Palmas. Posteriormente, após investigação do setor de Vigilância em Saúde Estadual, o caso foi identificado como residente do município de Lajeado.

Daniela conta que adquiriu o vírus trabalhando e pede para que a comunidade tenha consciência sobre a importância do isolamento. ” Nós que trabalhamos na linha de frente vamos atender pacientes independente da gravidade da doença, então isso pode acontecer e nós somos preparados psicologicamente sobre o possível contágio. Queria pedir para que as pessoas fiquem em casa, porque nós arriscamos nossas vidas e temos amor pela profissão. É uma doença perigosa, o vírus é letal. Se proteja e proteja quem você ama”, disse.  


A Secretaria de Saúde com apoio do Comitê Operacional de Emergência (Coe) irá monitorar a paciente e as pessoas que ela teve contato direto. A nossa Gestão esclarece aos cidadãos e cidadãs que está seguindo todos os protocolos técnicos do Ministério da Saúde e que não há motivo para pânico, já que as medidas de isolamento e prevenção estão sendo tomadas por toda a equipe multiprofissional da saúde. A Secretaria pede aos moradores que permaneçam em suas residências, especialmente os grupos de risco.

 

Por Amanda Mitaly


Imprimir