Notícias

Prefeito de Lajeado decreta que a partir do dia 8 de maio será obrigatório o uso de máscaras no município

Prefeito de Lajeado decreta que a partir do dia 8 de maio será obrigatório o uso de máscaras no município

Confira o decreto n° 072, de 06 de maio de 2020, no Diário Oficial.

Em consonância com a decisão do governador do Estado, Mauro Carlesse, e com o objetivo de intensificar as medidas de combate ao novo coronavírus, o prefeito de Lajeado, Júnior Bandeira, decretou que a partir da próxima sexta-feira, 8 de maio, passa a ser obrigatório o uso de máscara de proteção individual, para todas as pessoas que transitem em espaços públicos.

A decisão leva em consideração o aumento do número de casos de pessoas infectadas pela Covid-19 no Estado. No município de Lajeado ainda não há confirmação de casos, mas no Tocantins, o boletim da Secretaria de Estado da Saúde (SES), nesta quinta-feira, 07/05, contabiliza 423 casos confirmados e nove óbitos. Somente nesta quinta, o Estado contabilizou 72 novos casos.

De acordo com o decreto, é obrigatório usar máscaras faciais sempre que houver a necessidade de sair de casa e transitar em locais públicos, como ruas, praças, estabelecimentos públicos e privados, transporte coletivo, transporte individual, táxis ou por aplicativos, como forma de evitar contaminação do novo coronavírus (Covid–19).

O uso de máscaras em estabelecimentos por clientes e trabalhadores é uma condição para que o local continue em funcionando. Vale ressaltar que é responsabilidade dos proprietários de estabelecimentos privados e de veículos de transporte de passageiros o fornecimento gratuito de máscaras aos colaboradores.

Em caso de descumprimento da determinação estabelecida neste Decreto, o agente municipal poderá autuar e aplicar multa por meio de guia a ser expedida pelo município.

Para pessoa física a multa é no valor de R$ 30,00 além de retirada do espaço público ou privado, que poderá ser espontânea ou, em caso de resistência, coercitiva pela autoridade pública. Já para proprietário de estabelecimento privado ou de veículo de transporte, a multa é no valor de R$ 150,00 por pessoa, e, em caso de reincidência, cassação do alvará/licença de funcionamento.

 

Por Amanda Mitaly

 Créditos: Imagem Freepik

Prefeitura de Lajeado renova convênio com a Unimed

Prefeitura de Lajeado renova convênio com a Unimed

Prefeito Júnior Bandeira entende que o acesso à saúde é um direito dos servidores.

Em meio à pandemia causada pelo coronavírus e com conhecimento de que a saúde é um direito dos trabalhadores, a Prefeitura Municipal de Lajeado renovou o convênio com a Unimed para garantir o acesso à saúde aos servidores do município. Na gestão anterior, houve um cancelamento do plano porque a prefeitura não estava repassando a verba do convênio para a Unimed.

O convênio do plano foi assinado com a Unimed pela primeira vez no ano de 2003, na gestão do prefeito Júnior Bandeira.  Funcionários efetivos buscavam um melhor atendimento na saúde e a prefeitura atendeu as reivindicações para garantir esse direito aos trabalhadores, pois servidores ativos no trabalho devem ser beneficiados pelo plano, bem como ter a possibilidade de incluir seus dependentes.

A parceria permaneceu até setembro de 2019, quando foi suspenso pela Unimed alegando a falta de transferência das mensalidades. A empresa informou que ex-prefeito (Tércio Neto), havia deixado de transferir as mensalidades desde o mês de março de 2019.

A servidora Maria de Jesus, conta sobre a situação desafiadora que passou quando seu plano de saúde foi suspenso. “Para mim foi extremamente complicado porque estava em um tratamento de câncer e tive que pagar a continuação do tratamento particular. Isso desfalcou minha estrutura financeira, pois já contava com um prejuízo de 6.000,00 reais que foram subtraídos do salário dos funcionários”, desabafa.

Maria de Jesus reforça sobre a importância da renovação do plano para todos, principalmente em meio à crise do coronavírus. ” Manifesto meu carinho ao atual gestor por atender novamente nossa reivindicação e firmar a parceria com a empresa Unimed. Isso significa respeito e zelo pela população. Vivemos em um momento de incertezas e inseguranças provocado pelo coronavírus e mais do que nunca precisamos nos sentir mais amparados na hora de buscar atendimento médico”, destaca.

 

Por Amanda Mitaly

Créditos da foto: Unimed

Lajeado comemora 29 anos de emancipação

Lajeado comemora 29 anos de emancipação

Prefeito júnior Bandeira conta sobre a fundação e história da cidade na cerimônia de hasteamento transmitida em live pelo facebook da prefeitura.

Lajeado comemora 29 anos nesta terça-feira, 05/05, e a prefeitura preparou uma cerimônia de hasteamento da bandeira que foi transmitida por uma live na página do facebook. Festividades não serão realizadas como forma de combate à pandemia do novo coronavírus.

Nos últimos anos, o município de Lajeado passou por muitas transformações, principalmente na área do turismo com a construção de uma passarela com acesso ao rico e complexo patrimônio arqueológico deixado no município pelo homem pré-histórico, na Serra do Caititu. Com apenas 29 anos de emancipação, a cidade tem muitos atrativos naturais que surpreendem visitantes e já até ganhou fama nacional com a criação da Usina de Lajeado.

As primeiras famílias a chegarem na região foram imigrantes nordestinos, vindos do Piauí, Bahia e Maranhão. Os índios Xerentes também habitaram essa região. Com o tempo, Lajeado passou a ser conhecida pelos monumentos naturais e recebe pessoas de todos os lugares. A cidade contém três principais locais para quem busca desfrutar de descanso e curtir com tranquilidade: o balneário Ilha Verde, a Praia do Segredo e a Cachoeira da Viva Vida. 

Além do potencial turístico, a cidade tem um traço marcante do artesanato do Tocantins, como é visto nos produtos feitos pela Associação de Mulheres Artesãs e Empreendedoras de Lajeado (AMAE). A AMAE tem um ponto fixo para vender os produtos, como peças em cerâmicas, cestaria com fibra de buriti, tecidos, obras inspiradas nas gravuras rupestres, sabonetes artesanais, entre outros.

O prefeito de Lajeado, Júnior Bandeira, parabeniza os 29 anos de emancipação da cidade. “Não vamos realizar festas, infelizmente é um momento difícil para todos em razão da pandemia. Essa é uma situação singular onde precisamos interagir apenas pelas redes sociais, mas é com muita felicidade que parabenizo a nossa querida Lajeado”, disse.

Bandeira ainda informa que gostaria proporcionar bons momentos em comemoração ao aniversário da cidade, mas em razão da pandemia causada pela covid-19, não será possível. “Apesar de não existir casos confirmados em nossa cidade, é preciso que tenhamos muito cuidado. Uma pessoa contaminada pode causar muitos problemas, por isso pedimos que todos fiquem em casa, se cuidem e caso for necessário sair, usem máscaras”, pede o prefeito.

Fundação

O lugarejo, que teve como seus primeiros moradores o desbravador Sérgio Monteiro e sua esposa Dona Maria Monteiro, se consolidou como povoado, depois que um dos filhos do casal, Justiniano Sales Monteiro, um visionário futurista, efetivou o comércio fluvial na região, feito pelo rio Tocantins. Foi ele também o responsável pelas primeiras construções públicas na região como a construção da primeira capela de Lajeado - a Igreja de Nossa Senhora da Divina Providência e a histórica Usina Hidrelétrica do Lajeado, inaugurada em 1971. Justiniano Monteiro é considerado fundador da cidade.