Notícias

Prefeito Júnior Bandeira busca em Brasília recursos para o setor produtivo rural

Prefeito Júnior Bandeira busca em Brasília recursos para o setor produtivo rural

Durante a semana o prefeito visitou outros gabinetes para discutir assuntos referentes ao município.

O prefeito de Lajeado, Júnior Bandeira, esteve em Brasília nesta semana, onde visitou o gabinete do senador Eduardo Gomes, buscando recursos para aquisição de máquinas agrícolas. No encontro, o prefeito apresentou os serviços que estão sendo realizados no município, através da Secretaria de Agricultura e Abastecimento.

Para o prefeito, a produtividade agrícola em Lajeado poderá atingir níveis melhores com a incorporação de novas máquinas. “Máquinas de mau estado podem ser bastante poluentes, podendo prejudicar a vida do produtor e do meio ambiente. Queremos que os nossos trabalhadores tenham melhores condições para executar seus serviços, com segurança e eficácia”, disse.

Uma situação que foi comemorada no encontro, é que recentemente a prefeitura assinou convênio com o Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento para aquisição de uma retroescavadeira. A máquina será utilizada para atender os serviços públicos de estradas e rodovias do município e também vai oferecer apoio à zona rural.

Prefeito Júnior Bandeira busca em Brasília recursos para a educação

Prefeito Júnior Bandeira busca em Brasília recursos para a educação

As ações junto ao FNDE são frutos de reuniões do prefeito Júnior Bandeira com os vereadores da bancada de apoio ao Governo Municipal.

Na busca por recursos para a área da educação no município de Lajeado, o prefeito Júnior Bandeira visitou na tarde da última terça-feira, 23/06, o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), em Brasília. O prefeito foi recebido pelo Diretor de Gestão, Articulação e Projetos Educacionais, Gabriel Medeiros Vilar, para uma reunião que discutiu sobre assuntos referentes ao município.

Com este objetivo, o prefeito solicitou recursos que deverão ser utilizados para construir duas escolas, uma na zona urbana (com quadra poliesportiva), e a outra será construída na comunidade Pedreira. Também foi pautada a aquisição de veículos padronizados para o transporte escolar municipal e apoio na formação de professores da rede de ensino.

“Queremos garantir a excelência na educação oferecida no município de Lajeado. A maneira mais eficaz de formar cidadãos com melhores condições de vida é proporcionando uma educação adequada para que as pessoas possam ter mais conhecimento”, disse o prefeito.

A prefeitura iniciou o ano de 2020 com reformas em três escolas da cidade, foram realizados serviços de instalações elétricas, manutenção, ampliações, instalação hidráulica e pinturas. Além do mais, a rede municipal de ensino de Lajeado foi contemplada com dois ônibus escolares Pronacampo do Governo Federal através do Programa Caminho da Escola, e está previsto para receber mais um veículo escolar do Governo do Estado no próximo dia 29 de junho.

 

Por Amanda Mitaly

Ministério da Cidadania e CGU cruzam dados para identificar irregularidades nos pagamentos do Auxílio Emergencial

Ministério da Cidadania e CGU cruzam dados para identificar irregularidades nos pagamentos do Auxílio Emergencial

Os resultados mostram que no mês de maio 318.369 pagamentos foram feitos para agentes públicos incluídos como beneficiários do auxílio.

Com o objetivo de garantir os direitos dos cidadãos de baixa renda na Justiça Federal, o Ministério da Cidadania firmou um acordo com a Controladoria-Geral da União (CGU) para analisar os CPF que foram inseridos para recebimento do auxílio emergencial. A Secretaria de Assistência Social de Lajeado informa aos beneficiários do auxílio e usuários do Cadastro Único e Programa Bolsa Família, que a decisão do Ministério busca dar suporte às ações relacionados ao pagamento do auxílio.

De acordo com o cruzamento de dados realizado, os resultados mostram que no mês de maio 318.369 pagamentos foram feitos para agentes públicos incluídos como beneficiários. Diante dessa situação, os resultados estão sendo encaminhados aos órgãos estaduais e municipais responsáveis pelas bases fornecidas à CGU para tratamento, bem como ao Ministério da Cidadania para tomada de decisões em relação ao eventual bloqueio ou suspensão de benefícios pagos a beneficiários potencialmente não elegíveis.

O objetivo do trabalho é evitar desvios e fraudes, garantido que o benefício seja pago a quem realmente se enquadra nos requisitos definidos.  No entanto, caso o beneficiário se enquadre nos critérios ou não possua mais vinculo como agente público, ele pode realizar a contestação do bloqueio. As orientações para a contestação estão disponíveis no link: https://www.gov.br/cidadania/pt-br/servicos/auxilio-emergencial/auxilio-emergencial_fluxo-de-recursos.pdf/view

“A Secretaria de Assistencial Social não faz interferência em relação aos bloqueios, apenas alimenta o sistema e também fazemos a atualização cadastral dos beneficiários do programa Bolsa Família e do Auxílio Emergencial”, disse o secretário de Assistência Social, Levi Lopes Gomes.

A Controladoria-Geral da União ainda informa à comunidade que caso seja possível a contestação, o pagamento será realizado de forma bastante rápida.

 

Por Amanda Mitaly

Com informações do Ministério da Cidadania

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil