Notícias

Secretaria de Assistência Social trará Ações e Projetos Sociais para Lajeado

Secretaria de Assistência Social trará Ações e Projetos Sociais para Lajeado

A realização das atividades está prevista para após o período de carnaval.

O prefeito de Lajeado Júnior Bandeira, esteve reunido na sede da Secretaria Estadual do Trabalho e Desenvolvimento Social nesta semana com o secretário, Levi Lopes Gomes, secretário de Administração e Finanças, Carlos Roberto (Kaká), com secretário de Trabalho e Desenvolvimento Social do Estado do Tocantins (Setas), José Messias, para discutir sobre projetos sociais que serão ofertados no Município para a comunidade e servidores. A realização das atividades está prevista para após o período de carnaval.

Na ocasião, as seguintes ações foram apresentadas: cursinhos preparatórios para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), cursos de qualificação na área de costura, panificação, e beleza, capacitação dos servidores do PAIF, PAEFI e SCFV, proposta do Banco Comunitário, a realização da feira Ecosol, que é uma parceria entre o Governo do Estado, por meio da Setas, e a Prefeitura de Lajeado, com objetivo de incentivar a economia e a agricultura familiar. Por fim, a oferta do curso de Elaboração de Projetos para captação de recursos e emendas parlamentares para os servidores.

O prefeito, Júnior Bandeira, reforçou que os projetos trazem grandes mudanças e estimulam o desenvolvimento da comunidade. “Por meio das ações que serão feitas em nosso município, queremos transformar a realidade e oportunizar mais cursos e capacitações para incentivar o conhecimento e o fortalecimento da economia local. Tudo para garantir melhores condições de vida aqui no Município”, disse.

Já o secretário, Levi Lopes Gomes, destacou que essas ações serão fundamentais para a geração de emprego e renda. “Queremos inserir famílias nessas capacitações, para que se tornem empreendedoras do seu próprio negócio, com o apoio do Banco Comunitário que será implantado em Lajeado”, enfatizou.

 

Por Amanda Mitaly

Divulgação Prefeitura de Lajeado

Secretaria de Esporte promete trazer etapas do circuito de Motociclismo e Beach Soccer para Lajeado

As datas e horários dos eventos ainda não foram confirmadas.

O secretário de Juventude e Esportes do município de Lajeado, Ronisvaldo Pinho, acompanhado do presidente da Federação de Beach Soccer do Tocantins, Jades Alberto, e o presidente da Federação de Motociclismo (FMT), Mauricio Silva, estiveram reunidos nesta semana na Assembleia Legislativa em Palmas, para discutir sobre a realização de etapas do circuito de motociclismo e do futebol de areia em Lajeado.

Para o secretário Ronisvaldo Pinho, o objetivo do evento é oferecer um espaço de interação e lazer para a juventude, além de oportunizar o desenvolvimento do comércio local e o reconhecimento do potencial turístico no município. “Atletas de todo o Estado e de fora vão participar, vamos tentar ter novamente essa representatividade dentro do esporte. O presidente Mauricio ficou super animado e tem interesse porque o município é próximo de Palmas, sendo assim, fica mais fácil trazer uma dessas etapas para cá. O interesse da Secretaria de Juventude e Esporte é fazer Lajeado ser roteiro de todos os tipos de competições e se destacar no quesito turístico”, enfatizou.

Segundo o presidente da Federação de Beach Soccer, Jades Alberto, a expectativa para a realização do evento é boa. “Conversei com o secretário, nós vamos levar uma etapa do campeonato para Lajeado e contamos com a parceria do prefeito. É muito bom fazer o futebol de areia aqui no Estado. Agora com a gestão do Júnior Bandeira, temos prazer em fazer uma etapa no município, que poderá ser feita no mês de junho ou julho, ainda vamos verificar”, disse.

O secretário disse ainda que a importância da realização desses eventos através da Federação de Motociclismo ou da Federação Tocantinense de Beach Soccer, é agregar valor aos desportistas e comerciantes do município. “Queremos oportunizar o esporte para nossa comunidade, que seja no Motociclismo, Futebol de Areia ou no Voleibol, que inclusive já estamos dando encaminhamento”, relatou.

 

Por Amanda Mitaly

Saúde alerta sobre proliferação do mosquito Aedes Aegypti no período chuvoso

Saúde alerta sobre proliferação do mosquito Aedes Aegypti no período chuvoso

No ano passado foram confirmados oito óbitos em seis municípios do Estado.

O Tocantins inicia o ano com alto risco de doenças transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti, em decorrência do período chuvoso na região. No ano de 2019, segundo o Mistério da Saúde, o estado liderou o ranking no país nos casos de dengue, devido a proliferação do mosquito por conta das mudanças climáticas.  No ano passado foram confirmados oito óbitos em seis municípios do Estado:  Lajeado, Miracema, Palmas, Paraíso, Lizarda e Aragominas.

Segundo a secretária de Saúde, Eliane Lima, já nesse ano surgiu algumas suspeitas de casos de pessoas com dengue no município de Lajeado. “Tivemos dois casos, mas nenhum teve o resultado positivo. Não podemos deixar de pedir para que a comunidade se certifique que não tenha água parada em suas residências, porque é a principal maneira de se proteger e eliminar focos do mosquito”, pontuou.

Alguns dos fatores que podem contribuir com a proliferação do mosquito transmissor são o acúmulo de água em recipientes como vasos de planta, piscinas, pneus, tampinhas de garrafas e até bebedouros de animais, caso não sejam higienizados adequadamente. A falta de saneamento básico e o acúmulo de lixo podem contribuir bastante com reprodução do mosquito.

Vale ressaltar que o ser humano é contaminado pela fêmea do mosquito, elas picam para amadurecer seus ovos, que em condições favoráveis, leva um período de 10 dias para o surgimento do mosquito. Diante da compreensão do clico de vida do mosquito, é possível entender a necessidade de combater os criadouros, principalmente com a chegada do verão e do período chuvoso no Estado.

Sintomas

De acordo com dados do Ministério da Saúde, os sintomas podem aparecer de forma mais leve ou grave. São indícios da doença: febre alta, dor de cabeça, dores nas articulações do corpo, dor atrás dos olhos, vômitos, fraqueza, manchas vermelhas na pele, entre outros. Caso seja apresentado algum desses sintomas, é preciso buscar o diagnóstico para a realização do tratamento.

 

Por Amanda Mitaly