Notícias

Saúde e Educação se reúnem para adotar medidas de prevenção do novo coronavírus nas escolas

Saúde e Educação se reúnem para adotar medidas de prevenção do novo coronavírus nas escolas

O estado do Tocantins não tem registro de casos do novo coronavírus.

A prefeitura do município de Lajeado por meio das Secretarias de Educação e Saúde informa que não irá suspender as aulas da rede municipal de ensino. Apesar da suspensão das aulas na rede estadual determinada pelo governador Mauro Carlesse, o estado do Tocantins não tem registro de casos do novo coronavírus, o Covid-19, apenas duas suspeitas.

Conforme discutido na reunião que ocorreu neste sábado, 14/03, entre a secretária de Educação, Luiza Brasileiro, e a secretária de Saúde, Jesiany Pajeú, ações para orientação e prevenção serão trabalhadas nas escolas com uma Blitz educativa. Portanto, as aulas continuam normalmente na próxima semana. Além disso, um documento orientador será emitido e enviado às famílias.

A secretária de Saúde, Jesiany Pajeú, reforça sobre os cuidados que a comunidade deve adquirir neste momento. “Todos fiquem alerta, tomando suas providências de precaução para que nós possamos estar preparados e atentos a prevenção contra o novo coronavírus”, disse.

Luiza Brasileiro conta que haverá orientações para toda a equipe pedagógica, para estudantes e pais. “Vamos emitir um documento orientador educativo para todos, consideramos a decisão de suspensão de aulas precipitada, porque vai impactar na reposição e comprometer as férias dos profissionais. Acredito que esse seja um momento de conscientização sobre esse novo vírus”, reforça a secretária.

A enfermeira Leticia Pires ressalta as principais ações que devem ser realizadas para combater o Covid-19. “Devemos nos atentar as informações de prevenção para então diminuir a exposição e transmissão com o objetivo de sempre zelar pelo bem estar da nossa sociedade. A higiene respiratória e das mãos é uma prática segura e essencial, por isso, atenção aos sinais e sintomas: febre, tosse seca, desconforto respiratório e fadiga”, informa.

Covid-19
O novo coronavírus é um agente viral novo, de uma família já conhecida, que sofreu alterações em sua estrutura e agora adquiriu a capacidade de infectar seres humanos. O Covid-19 age causando desde uma síndrome respiratória simples, como um resfriado, até uma grave, como pneumonia, exceto nos casos assintomáticos, quando o portador ainda é transmissor do vírus, mas não apresenta nenhum de seus sintomas.

Inicialmente, os primeiros casos foram identificados na região da China e, pelas suas características de transmissibilidade, se espalhou pelo mundo. Na última quarta-feira, 11, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou que a rápida proliferação do novo coronavírus pelo mundo já se configura como uma pandemia, ou seja: uma enfermidade epidêmica amplamente disseminada, neste caso, presente em todos os continentes.

Muito ainda se pesquisa para melhor compreensão do novo vírus, entretanto estima-se um período de dois a 14 dias de encubação. Assim, é possível identificar a contração do vírus em pacientes que respeitem os critérios de definição para suspeita do novo coronavírus: episódios de tosse ou falta de ar, combinados com febre, histórico de presença em região onde há circulação do agente viral pelos últimos 14 dias ou contato com outros pacientes com diagnóstico confirmado. Estes casos serão incluídos no protocolo de enfrentamento.

Com informações do Governo do Tocantins

Secretária de Educação de Lajeado participa de Seminário Estadual de Educação Infantil

Secretária de Educação de Lajeado participa de Seminário Estadual de Educação Infantil

O tema do Seminário foi Crianças e Infâncias: tendências e inovações no DCT/TO.

A secretária de Educação do Município de Lajeado, Luiza Brasileiro, participou do Seminário Estadual de Educação Infantil, promovido pela União dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME), que teve inicio na última quinta-feira, 12/03, e teve seu segundo encontro nesta sexta-feira, 13/03, na Escola de Tempo Integral Padre Josimo, em Palmas. O tema do Seminário foi Crianças e Infâncias: tendências e inovações no DCT/TO.

O referido Seminário teve como público alvo os professores da Educação Especial, Multiturmas do 1º Ciclo, diretores escolares, supervisores, assessores pedagógicos e coordenação educacional. O evento contou com a participação de todos os municípios do Estado, representados pelos Secretários Municipais de Educação e sua equipe pedagógica das respectivas redes.

A secretária Luiza conta sobre a importância do evento. “Participamos do Seminário de Educação Infantil, pra gente foi fundamental e importantíssimo estarmos presentes no evento, tendo em vista que esse ano será feita a implementação do documento curricular. Pra desenvolvermos a nova visão na educação infantil, nossa rede participou de palestras e oficinas práticas nos orientaram sobre a implementação”, disse.

Durante a programação do seminário e oficinas, foram abordados as seguintes pautas: formação continuada de professores e experiências de sucesso, a importância do diagnóstico precoce para o transtorno do Espectro do Autismo e o planejamento com intencionalidade pedagógica em tempos de marcos legais que regem a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e Documento Curricular do Tocantins (DCT).

 

WhatsApp-Image-2020-03-13-at-083637-1

Prefeitura de Lajeado oferta assistência à saúde para Unidade Prisional Feminina

Prefeitura de Lajeado oferta assistência à saúde para Unidade Prisional Feminina

Atualmente 18 reeducandas são comtempladas pelos serviços.

A parceria entre a Cadeia Pública feminina de Lajeado e a Prefeitura Municipal tem oferecido saúde e garantido a qualidade de vida para as 18 reeducandas na unidade prisional. Os atendimentos são realizados por uma equipe da Secretária de Saúde, garantindo as internas atendimento de enfermagem, odontológico e social. Também há acompanhamentos ginecológicos e de médicos ortopedistas, conforme agendamento.

Pela vulnerabilidade às doenças infectocontagiosas, a assistência à saúde é um direito de todos, principalmente de mulheres encarceradas, onde vivem dentro das penitenciárias que acomodam muitas reenducadas. Por isso, o ministério da Saúde e da Justiça instituiu o Plano Nacional de Saúde no Sistema Penitenciário, que tem o objetivo de prover à população penitenciária brasileira a atenção integral à saúde e sua inclusão no Sistema Único de Saúde (SUS).

A Enfermeira Leticia Pires, que começou a prestar assistência prisional há 3 anos, conta sobre os outros tipos de atendimentos que são ofertados. “Coletamos preventivos de colo de útero 2 vezes no ano ou quando é admitida alguma reeducanda nova. Fazemos aferição de pressão arterial, glicemia capilar, peso e altura. Além de testes rápidos de HIV, Sífilis, Hepatites C e B”, informa.

O quadro do núcleo de saúde do Presídio de Lajeado é composto por um médico de saúde da família, uma enfermeira, uma técnica de sala de vacina, técnica de enfermagem e um dentista, além do apoio de toda equipe multiprofissional de Lajeado.

 

Por Amanda Mitaly